quarta-feira, 1 de julho de 2009

Apaixone-se!!!

(Como não tido muita paciência/inspiração para escrever posts de minha autoria... vai mais um plágio,  espero que curtam!)

Amanhã, apaixone-se
Porque o dia seguinte é o dia mais importante da sua vida.
É no dia seguinte que sabemos se o dia de ontem valeu a pena.
É no dia seguinte que acordamos para a realidade ou dormimos no sonho.
A vida da gente começa no dia seguinte e só existe uma maneira de viver: APAIXONADO.
Por isto dance, dance como se ninguém estivesse vendo você,
Trabalhe como se não precisasse de dinheiro,
Corra como se não houvesse a chegada,
Ame como se nunca tivesse sido magoado antes,
Acredite como se não houvesse frustração,
Grite como se ninguém estivesse ouvindo,
Beije como se fosse eterno,
Sorria como se não existissem lágrimas,
Abrace como se fossem todos amigos,
Durma como se não houvesse amanhã,
Crie como se não existisse crítica,
Vá como se não precisasse voltar,
Acorde como se você nunca mais fosse dormir de novo,
Faça a próxima viagem como se fosse a última,
Vista-se como se não conhecesse espelhos,
Proponha como se não existissem as recusas,
Brinque como se não tivesse crescido,
Levante como se não tivesse caído,
Case como se não houvesse outra,
Mergulhe como se não houvesse medo,
Ouça como se não existisse o certo ou errado,
Fale como se não existisse o certo ou errado,
Aprecie como se fosse eterno,
Viva como se não houvesse fim.
Prefira ser invés de ter,
Sentir invés de fingir,
Andar invés de parar,
Ver invés de esconder,
Abrir invés de fechar.
Apaixonar-se é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, espere, regue e cuide. Terá um jardim. Mas esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excesso de chuvas. Se desistir, não terá um jardim. Terá um descampado.
A paixão não se vê, não se guarda, não se prende, não se controla, não se compra, não se vende, não se fabrica.
A paixão é a diferença entre o sucesso e o fracasso.
Entre a dúvida e a certeza.
Entre aqueles que gostam do que fazem e aqueles que fazem o que gostam.
Apaixonados não esperam, agem.
A paixão é o que faz coisas iguais serem diferentes.
Lembre-se que a arca de noé foi construída por apaixonados que nada conheciam de navegação e de embarcação e o Titanic foi feito por engenheiros profissionais, fabulosos, que queriam mostrar seu poder.
Amanhã, quando acordar, pense se hoje valeu a pena e APAIXONE-SE. Porque em 24 horas você vai entrar no dia mais importante da sua vida: o dia seguinte.
Então amanhã apaixone-se.... é uma ordem!!! :)

sábado, 30 de maio de 2009

Quase

Tirando um pouco o pó deste blog, coitadinho... mas aí vai um texto/poema do Luiz Fernando Veríssimo, que carinhosamente surrupiei do orkut da minha amiga Anelise, vulgo "Néia". Lembrando que o quase... é praticamente nada, e é umas das que mais podem atormentar alguém... experiência própria!

QUASE

Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase.

É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.

Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou.

Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.

Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cor, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos “Bom dia”, quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz.

A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai.

Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.

O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo.De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.

Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.

Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.



Beijos e abraços, de uma "quase" blogueira!

sexta-feira, 27 de março de 2009

One Art

Caraca... dia 7 de Abril iria completar 3 meses de seca deste blog de meu Deus!
Então vamos lá apertar o F5 dessa budega, em breves palavras vou dizer o que aconteceu desde 7 de janeiro de 2009, já (!):
Dormi. Acordei. Criei coragem. Viajei sozinha. Conheci lugares. Conheci pessoas. Falei em inglês. Acreditei como nunca em Deus. Passeei (?). Andei. Perdi peso. Ri. Dancei. Gargalhei. Me queimei de sol. Caminhei. Fiz compras. Muitas compras. Chorei. Senti saudades. Chorei. Chorei. Sorri. Orei. Liguei (1). Liguei (2). Liguei (3). Minha mãe se tornou minha melhor amiga (enquanto eu estava fora, agora voltou a ser mãe! hahaha). Quis voltar. Reclamei. Aprendi a confiar em mim. Me diverti. Saí. Andei. Cansei. Comi, comi, comi e comi! Dormi. Acordei. Vi que definitavamente não sou mais criança. Fui ao cinema. Me arrependi de não ter aproveitado mais. Voltei. Peguei um avião. Não dormi. Fiquei cansada. Ansiosa. Nervosa. Dormi em SP sozinha. Voltei pra terrinha. Ansiosa. CHEGUEI. Primeiro momento ninguém. Segundo momento todo mundo. Muitas saudades. Sorri. Não me adaptei tão rápido ao fuso. Não quis voltar as aulas. Não quero engordar de novo! Minha vida amorosa deu um passo a frente. De volta a realidade. Fiz trabalhos. Dormi. Acordei. Ri. Gargalhei. Como é bom estar de volta. Boas lembranças. Saudades. Saudade dói!
E o melhor e mais importante deste tempo todo é que AMADURECI, realmente uma viagem fora do seu cercado pode fazer você se conhecer melhor.
Se eu fosse contar tuuuudoooo o que aconteceu nesses três meses ficaria chato, e eu to meio sem paciência, queria logo atualizar o blog, coitadinho ficou aqui as traças! Espero ter coisas mais interessantes para postar!
Por enquanto é só... ahhh! Sobre o título... bom é o título do meu poema favorito, sorry mas é em inglês, mas vale a pena tentar ler. Ele fala sobre perdermos as coisas e aceitarmos, tem coisas que são para ser perdidas, temos que aceitar a frustação e levarmos a vida mais leve, e isso é UMA ARTE!
One Art
de Elizabeth Bishop
The art of losing isn't hard to master;
so many things seem filled with the intent
to be lost that their loss is no disaster.

Lose something every day. Accept the fluster
of lost door keys, the hour badly spent.
The art of losing isn't hard to master.

Then practice losing farther, losing faster:
places, and names, and where it was you meant
to travel. None of these will bring disaster.

I lost my mother's watch. And look! my last, or
next-to-last, of three loved houses went.
The art of losing isn't hard to master.

I lost two cities, lovely ones. And, vaster,
some realms I owned, two rivers, a continent.
I miss them, but it wasn't a disaster.

--Even losing you (the joking voice, a gesture
I love) I shan't have lied. It's evident
the art of losing's not too hard to master
though it may look like (Write it!) like disaster.
Por hoje é só pessoal, foi bom matar as saudades do Rebecca's Secrets!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

A Procura da Felicidade

Eu vi que tava bom demais essa minha inspiracao de escrever aqui no blog quase todo dia, enfim faz um bom tempo e eu vou atualiza-los das minhas peripecias aqui na NZ, depois eu explico o porque do titulo, vamos ao que interessa, vou citar por topicos e nao por dias, pois estou a muuuuitos dias atrasada hahaha, vai lah:

- Natal: Passamos o Natal, no apto de uns amigos do namorado da Chel, eu nao conhecia ninguem, mas ateh que foi legal, eles nos recepcionaram bem, conheci umas brasileiras, eh legal que cada pessoa que vc conhece em um outro pais teve um motivo, umas vezes forte outros nem tanto, de sair de seu proprio pais, deixar familia, amigos, emprego e praticamente comecar a vida do zero. A maioria dessas pessoas que conheci, deixaram o Brasil por causa de namorado(a) ou pela “ilusao” de crescer na vida, de fato algumas delas conseguem, aqui como eu ja disse antes, servicos de base sao muito bem remunerados, entao realmente eh possivel vir para um pais como este juntar dinheiro, ter uma boa casa, um bom carro e quem sabe uma boa condicao de vida. Enfim falei dessas coisas, porque nao tiveram muitas pra falar do meu Natal haha
- Mission Bay: Este eh um bairro aqui de Auckland, tem uma praia razoavelmente legal, pessoas diferentes, restaurants e sorveterias legais na avenida, fomos para lah duas vezes, uma que estava frio pra caramba e na outra conseguimos tomar um solzinho, nesta do solzinho, enquanto coloquei a camera no timer e corri para sair na foto com a Chel, chegou um velho doido e comecou a tirar fotos da gente, foi bem estranho, eu sentei na canga e fiquei mexendo na camera, a Rachel que foi o macho e comecou a ralar com ele, - dizendo: Stop it, stop taking photos of us! Are you a freak? Ele: No I’m not afraid! Ela: NOOO, are you a freak??? Ele: I’m not a freak I’m a nice man, I’m not a freak I’m a nice man… I’m a nice man. – sim, ele ficou repetindo, essa entrou para historia, foi muito engracado e bizarro!
- Kelly Tarlton’s: O aquario, esse passeio foi bem legal, para comecar, eh um aquario subterraneo, voce quando chega so ve duas casinhas, que sao a entrada e saida, na chegada desce uma escada ja eh a bilheteria, primeiro fomos so Snowcat, eh tipo aqueles carrinhos fechados de andar na neve, que faz um passeio ateh a area que ficam os pinguins, no nosso carrinho foi um japa muito esquisito, ele tava de maquiagem, camisa de manga longa com estampa de floresta, dois cintos, uma calca justa, um sapato de tipo couro de jacare e uma bolsa da Louis Vitton (Lindissima!) mas o mais estranho eh que ele tava com a namorada haha serio, ele parecia um personagem de desenho animado. Voltando ao passeio, tinha uma area que tinham aquariozinhos com estrela do mar, ourico, ostras, caramujos, e outros bichinhos feinhos, esses dai vc podia por a mao, eh claro que eu nao coloquei ECA! Dai tinha um grande aquario com arraias e peixes, elas eram enormes! Tinha uma lula gigante exposta, e depois vc entra em tipo um tunel com uma esteira que vai passando por baixo de um aquario , esse eh bem legal, em seguida a este tem os outros aquarios com peixes diferente e pronto acaba o aquario, eu contando pareceu tao chatinho… mas eu juro que eh legal!
- Auckland Museum: Eu tava louca para irmos a este museu, fomos no dia 24/12, vespera de Natal, so a gente mesmo haha, o museu eh muito legal, quer dizer eu gosto muito de museus entao eh claro que eu iria gostar deste, tem umas areas muito bem feitas, se nao me engano sao umas 10 partes, entre elas estao: mauris, wild child, ancient history, secrets revealed, os animais marinhos, os dinossauros, uma parte com as tragedias naturais, tem uma sobre a Guerra de Auckland, o holocausto, a primeira Guerra, enfim tem um monte de partes, o museu nao segue apenas um tema, ele aborda diversos, eh bem grande, bonito e organizado, e o melhor: pode tirar foto de tudo!
- Piha: Certo domingo, estavamos sem nada para fazer, e decidimos ir a esta praia, ela fica a 40 minutos daqui, o caminho eh bem bonito, estreito pela montanha, bem perigosinho tb, mas aqui o pessoal respeita. A praia eh super diferente, tem areia bem escura e em alguns pontos quando ela esta seca, quando o sol bate nela, parece que tem glitter, eh bem legal, ha umas formacoes rochosas gigantes no meio da praia, acho que isso eh algo normal nas praias daqui, a agua eh bem gelada, de maneira q nao consegui entrar, tava ventando tb… um pouco frio, so ficamos tomando sol na areia, tirei varias fotos, modestia parte as fotos ficaram boas, mas os creditos vao a Deus – que fez aquela praia- e a Nikon – que fez minha camera- hahaha
- Takapuna: Outro bairro daqui, ele fica do outro lado da ponte, eh um bairro um pouco sofisticado e praiano, eh nele que a Rachel trabalhava, passamos em frente ao hotel que Justin Timberlake ficou hospedado – uauuuu haha- e fomos a praia encontrar o pessoal que passamos o Natal, a praia era legal, a agua fria mas nao tanto a ponto de eu ficar com hipotermia, deu pra entrar, nao tem ondas, eh como se fosse um riozinho, o legal eh ver as coisas bizarras, esta praia foi campea, primeiro tinha um casal se beijando nada discretamente na areia, seria uma situacao que o pessoal daqui diria: Go get a room! Hahaha Depois vi um muculmano entrar de roupa social na agua, algo estranho para nossa cultura eh claro, mulher dele com a cabeca coberta e ele na agua brincando com as criancas, coitado tava um sol do caramba, e depois vimos um europeu com uma sunga MARAVILHOSA hahaha ele era bizarro, a sunga era tipo um short mas coladinha ateh o umbigo, com uns rasgadinhos do lado, so vendo mesmo, enfim to vendo cada coisa aqui que vou voltar com a cabeca mais aberta.. uahuahuahua eh brincadeira mamae!
- Rainbow’s End: Parque de diversoes tematico de Auckland, tinham muitos indianos no parque, nunca tinha visto tanto indiano junto, la eles com certeza eram maioria. O parque eh pequeno mas eh legal, para uma pessoa que esta acostumada com viagens de vez em nunca ao Hopi Hari, ao Beto Carreiro, e a Ita’s que vao em CG, qualquer coisa quase serve, essa do Ita foi pra acabar mesmo ahauhauahuha Bom o parque eh divertido, tem brinquedos legais, fomos duas vezes a montanha russa, fomos ao Fear Fall (aqueles de queda livre) ai credo sai de la com os ombros doendo eh muita tensao, eu nao ligo tanto a queda eu odeio a espera la em cima ateh soltarem, o tem um bate – bate so que aquatico, saimos de la molhadas, um q eu gostei, quer dizer que eu sempre gosto, sao aqueles cinemas que a cadeira fica mexendo de acordo com a acao do filme, esse era 3D, devo confessar que eu parecia uma retardada hauhauaua ahh gente da um desconto era primeira vez que eu havia ido a um cinema 3D. Hum… deixe me ver, ah nao vou ficar contando de cada brinquedo nao, quero que saibam que me diverti muito! Pois eh isso que vcs sempre me mandam fazer, se divirta muito, ok! Obedeci!
- Sylvia Park e outros shoppings: Eu amei a moda aqui! Mas estavamos esperando ansiosas pelo boxing day, que eh o dia depois do natal que todas as outras lojas entram em promocao, fomos ao Dressmart, e fizemos a festa, coisas super baratas, esse shopping ja eh famoso por ter um preco mais reduzido, neste dia estava otimo para comprar, mas tava muuuuito cheio, depois de lah fomos ao Sylvia Park, eh outra atmosfera, compramos mais algumas coisinhas, uma coisa que vou sentir falta daqui com certeza serao as lojas, lojas boas, com roupas bonitas a bom preco!
- Artistas em Auckland: Aqui eh um pais pequeno, estou na principal cidade, entao eh meio natural que eu veria alguem da spotlight, ja vi um ator de novelas na rua, eh claro que eu nao sabia quem era, mas Rachel me mostrou ele, teve tambem uma loja q eu estava, a Rachel me mostrou uma moca que era apresentadora infantil aqui, diz q era meio famosa ateh, quando eu fui pagar as coisas q eu ia comprar, fiquei na fila atras dela, ela puxou papo comigo, foi legal, mas o melhor foi a Chel depois: Ela que conversou com vc eh? hahaah Vi um cara na rua que era a cara do Orlando Bloom, beeeeem gato, mas era quase impossivel ser de fato o Orlando Bloom, droga! hahaha Ah, sem contar o fato, quem tem atrizes que estudaram na mesma escola que a Rachel, atores que namoram algumas colegas, aqui eh uma Neollywood (essa piada foi pessimaaaa, admito!)
- Danny Dollans: Para compensar o que nao nos divertimos no nosso ano novo, dia primeiro queriamos fazer alguma coisa, estava tudo nesta cidade fechado, quer dizer tinham alguns lugares abertos, mas eram meio fuleiros, ateh que encontramos o Danny Dollans aberto, foi bem legal, tinha musica ao vivo, conseguimos dancar um pouco, era tipo um pub irlandes, a decoracao era bem diferente, enfim consegui obedecer vcs denovo! Ah e na volta eu voltei dirigindo, o diferente disto eh que aqui os carros sao mao inglesa, ou seja o volante eh do lado direito, o carro eh automatico, nao tive muita dificuldade, achei que fosse estranhar mais, mas quando estavamos quase chegando em casa, para eu estacionar, inventei de pisar na embreagem que nao existia, meti o pe do freio auhauahuhauah na hora assustamos nas depois foi engracado… esse foi nosso primeiro de Janeiro!
- Ano Novo: Eu deixei este por ultimo pois ele me remete ao titulo do blog, bom para comecar, meu ano novo passei com o mesmo pessoal do Natal e da praia, eu tava meio desanimada, conhecia o pessoal, eram simpaticos comigo mas nada como sua familia ou seus amigos, me diverti um pouco, mas para mim nao teve gosto de ano novo, data que eu amo, nao consegui refletir muito sobre este ano que acabou (nao sei ateh que ponto isso eh ruim), a queima de fogos foi bonita, estavamos pertissimo da Sky Tower, mas nao durou nem 5 minutos, ainda bem que consegui algumas fotos. Ano novo eh importante para mim, pois eh nesta data que eu penso sobre todo meu ano, e faco minhas metas para este ano que esta se iniciando.

Consegui escrever minhas metas so ontem a noite, e acreditem… isso vindo de alguem que escreve no dia primeiro eh meio estranho, acho que pelo fato de eu nao ter tido um bom ano novo, nao consegui fazer meu rito de passagem hahaha, se nao fosse tao pessoal eu compartilharia aqui minhas 9 metas para 2009, ano que vem serao 10 para 2010, como eu sou criativa! Hahaah Mas enfim, compartilharei a minha primeira meta – 1: Perseguir minha felicidade!

Desde que cheguei aqui, ja assisti a Procura da Felicidade inteiro ou partes dele umas 4 vezes, e percebi um sinal – to meio zen hoje hahaha- tah ai, minha primeira meta para esse ano, nao sera procurar minha felicidade, sera persegui-la! Nao descansar enquanto nao a tiver, pensar em mim, eu sempre penso muito nos outros, muitas vezes passo em cima de mim pelas outras pessoas, em alguns casos espero retorno, em outros nao, mas este ano quero a minha felicidade, a minha alegria. Certa vez me disseram: “A dor é inevitável, mas a tristeza é opcional. Não podemos evitar a dor, mas podemos evitar a alegria” , na minha opiniao a tristeza nao eh opcional, voce pode te-la, mas a maneira como vc a encara eh opcional, e este ano farei o possivel para encarar minhas tristezas como degrau e nao evitar minha alegria, tentarei realizar meus sonhos, ir atras deles.
Farei o possivel para ser uma pessoa melhor, ficar rodeada de pessoas que realmente se importam comigo - fatos do ano passado me mostraram exatamente quem sao essas pessoas -, ficar rodeada de pessoas que querem me ajudar a ter a minha felicidade como eu as quero ajudar.

Esse ano sera decisivo para muitas coisas, este ano me formo, algumas coisas serao diferentes, mais responsabilidades, mais coisas a fazer o fim de uma epoca e o comeco de outra nova epoca da minha vida, mas eu ainda tenho um ano… entao agora, neste momento apenas espero ser FELIZ!